(Foto daqui)

Até ao final do mês de Fevereiro pode-se visitar no Museu da Farmácia uma pequena exposição sobre a expedição de Roald Amundsen ao Polo Sul.
Celebra-se o facto de este explorador norueguês ter sido o primeiro em todo o mundo a conseguir atingir este objectivo, há precisamente 100 anos.

Embora a exposição (de entrada gratuita) seja muito reduzida, é exactamente o suficiente para sair de lá com toda a informação necessária (a colega que ia comigo está constantemente a comentar o quão extraordinária era a exposição, e a sério que eram só duas vitrinas e muitas fotos com algum texto).

Aprende-se imenso sobre a paragem que a expedição fez na Madeira (que terá sido quando a tripulação foi avisada de que não iam para o Polo Norte mas sim para o Polo Sul) e sobre os hábitos e costumes dessa ilha que tinha pelos vistos fartura de alimentos, mas onde objectos como camisas eram altamente cobiçados…

E um século depois da chegada de Roald Amundsen à Antártida, está em curso a maior expedição científica portuguesa à imensa terra dos pinguins.

Anúncios